Coletivo Anarquista Bandeira Negra: 6 anos de luta e organização

19/08/2017

0

  Foi em agosto de 2011 que surgiu o Coletivo Anarquista Bandeira Negra em Florianópolis, que logo se uniria com a antiga Organização Dias de Luta em Joinville. Desde o seu surgimento, buscamos uma prática anarquista que estivesse vinculada de forma estreita a todas e todos os de baixo, vinculada ao povo e a suas […]

Posted in: CABN

Carta Opinião: Federação Anarquista Uruguaia – Julho de 2017

08/08/2017

0

Uma prestação de contas que nada atende às necessidade populares. Parece uma mentira, mas para a educação pública, no caso da ANEP, nesta Prestação consta somente um artigo pelo qual se diz que serão atendidos para salários  1500 milhões de pesos, ou seja 50 milhões de dólares. Não se diz como se distribuirão, valores, prazos, […]

Posted in: CAB

CAB | Liberación de la Madre Tierra: Repressão na Colômbia

08/08/2017

0

[Liberación de la Madre Tierra] No momento, à beira de se iniciar o Encontro Internacional de Libertadores e Libertadoras da Mãe Terra, a ESMAD (Esquadrão Móvel Antidistúrbios da polícia) atacou o processo de libertação em Quebradaseca, lugar que foi preparado pela comunidade indígena durante semanas para receber todas as pessoas convidadas e os palestrantes e […]

Posted in: CAB

O Coletivo Anarquista Bandeira Negra volta a atuar na Grande Florianópolis

30/07/2017

0

Nossa organização surgiu em Desterro no ano de 2011, inspirada pelas experiências do anarquismo especifista da Federação Anarquista Uruguaia (FAU) e do Fórum do Anarquismo Organizado (FAO), atual Coordenação Anarquista Brasileira (CAB). Foi, também, fruto da luta de anarquistas que dedicaram seus esforços nessas terras antes de nós e plantaram sementes de rebeldia. De 2011 […]

Posted in: Organização

CAB | Pela liberdade dos agricultores presos no Açu! Contra a criminalização das lutas sociais!

27/07/2017

0

Nesta terça-feira, 26 de julho, a polícia do estado servindo os interesses de empresários fizeram uma covarde e absurda prisão de dois agricultores, pai e filho, e um militante do MST/RJ, também militante da CAB. O fato ocorreu como um conluio da polícia militar e a empresa de segurança SUNSET, após a reintegração de posse […]

Posted in: Uncategorized

CAB | 25 de julho: Dia da Mulher Negra Latino-americana e Caribenha

25/07/2017

0

TODA MULHER NEGRA É UM QUILOMBO! “[…]. É preciso compreender que classe informa a raça. Mas raça, também, informa a classe. E gênero informa a classe. Raça é a maneira como a classe é vivida. Da mesma forma que gênero é a maneira como a raça é vivida. A gente precisa refletir bastante para perceber […]

Posted in: Uncategorized

CAB | Luta Social – n. 02. Julho de 2017

24/07/2017

0

Mais um número do Luta Social, publicação de circulação nacional da Coordenação Anarquista Brasileira (CAB) que traz nesse número um editorial sobre a Greve Geral, nota sobre as eleições da APEOESP, artigo histórico sobre os 100 anos da greve geral de 1917, informes sobre trabalho de base e texto sobre a brutal repressão que atinge […]

Posted in: Uncategorized

CAB | A Greve Geral contra as reformas passa por romper com a burocracia e o reboquismo das centrais

18/07/2017

0

  Na última semana, o Congresso aprovou a Reforma Trabalhista e o povo sofreu mais um duro ataque aos seus direitos, conquistados através de muita luta e organização popular. O conflito está anunciado e os donos do poder querem que suas agendas e as do FMI avancem a qualquer custo. Contribuindo para desviar os focos […]

Posted in: Uncategorized

Joinville | Cinema, café e bate papo: “O sonho não acabou”

13/07/2017

0

O Coletivo Anarquista Bandeira Negra, a Livraria 36 e o Espaço Cultural Casa Iririú realizam um cinema, café e bate papo para lembrar o centenário da Greve Geral de 1917. A programação conta com a exibição do documentário “O sonho não acabou” (duração de 20 minutos). O filme aborda o teatro social realizado pelo movimento […]

Posted in: Atividades

Florianópolis | Pela liberdade de viver e lutar em 1964, 2017 e sempre

07/07/2017

0

Texto publicado originalmente aqui, no site Subversivxs. No dia 31 de março de 2017, Florianópolis não se calou: denunciou as atrocidades da ditadura instalada com o golpe civil-militar de 1964 e também as atrocidades do período dito democrático, onde a violência de Estado e a criminalização das lutas continuam vigentes. Em plena Avenida das Revoltas, em frente ao TICEN, […]

Posted in: Atividades