Browsing All Posts filed under »Atividades«

JLLE | Roda de conversa e filme: Ditadura nunca mais (28/10)

agosto 18, 2018

0

Convidamos todas e todos para uma roda de conversa com o tema “Ditadura nunca mais”, com a exibição do documentário “Calabouço – um tiro no coração do Brasil”, do diretor Carlos Pronzato. A conversa vai acontecer no Centro de Direitos Humanos Maria da Graça Bráz, na rua Dr. Plácido Olímpio de Oliveira, 660, no bairro […]

JLLE | Roda de conversa: Como votam os anarquistas? (15/09)

agosto 18, 2018

0

No dia 15 de setembro, no Parque das Águas, em Joinville, realizaremos a roda de conversa “Como votam os anarquistas?”, para discutir o contexto eleitoral e nossa posição pela construção do poder popular por fora das urnas. Convidamos todas e todos a participar conosco dessa conversa! O parque se localiza na Rua XV de novembro, […]

JLLE | Roda de conversa: O que é anaquismo? (18/08)

agosto 5, 2018

0

Responder o que é o anarquismo implica analisar uma experiência histórica extensa, que tem por volta de 150 anos, e que envolveu uma expressiva quantidade de trabalhadores e trabalhadoras do mundo todo. Desde meados do século XIX, o anarquismo existe permanente e globalmente, mesmo que entre fluxos e refluxos. O Coletivo Anarquista Bandeira Negra (CABN) […]

FLN | Atuação anarquista em movimentos populares na América Latina

junho 11, 2018

0

Nos diferentes territórios da América Latina, continente de rebeldias e insurgências, se constroem distintas experiências de luta com influência autônoma e libertária. Um povo forte que se ergue a partir dos bairros e favelas, das lutas camponesas e indígenas, das frentes e coletivos de atuação estudantil e sindical, da resistência negra, feminista e das experiências […]

Relato e fotos do IV Sarau 1º de Maio

maio 5, 2018

0

Breve relato sobre o IV SARAU 1º DE MAIO (1) Na III edição do Sarau 1º de maio, realizado na Amorabi, no ano passado, o companheiro Eduardo Torres se fez presente. Segundo relatos do compa Eduardo, a ida ao Sarau o fez entender a necessidade de construir um trabalho social de base e procurar atuação […]

Joinville | IV Sarau 1º de Maio

abril 22, 2018

0

O 1º de maio é um dia de memórias, reflexões, raivas, rebeldias, confraternização e esperanças da classe oprimida. É uma data em que a classe trabalhadora da cidade e do campo tem o direito de afirmar sua identidade, data de um povo em luta contra as violências que os de cima promovem cotidianamente. Estamos completando […]

Curitiba | Atividade “Genocídio e Resistência: uma visão anarquista”

setembro 21, 2017

0

As organizações da Regional Sul da Coordenação Anarquista Brasileira (CAB): Coletivo Anarquista Luta de Classe (CALC) / Paraná, Coletivo Anarquista Bandeira Negra (CABN) / Santa Catarina e Federação Anarquista Gaúcha (FAG) / Rio Grande do Sul, promoverão um evento para discutirmos os processos de genocídio e resistência que têm acontecido na América Latina. O evento […]

JLLE | Fazer resistência, construir memórias rebeldes: um relato das atividades em torno do centenário da greve geral de 1917

setembro 11, 2017

2

O ano de 2017 marcou o centenário de dois eventos fundamentais para construção da resistência popular internacional, a Revolução Russa e a greve geral em várias cidades brasileiras. Os dois episódios contaram com expressiva participação da militância anarquista, possibilitando retomar diferentes aspectos das memórias e histórias necessárias para o entendimento sobre a nossa trajetória. Em […]

Joinville | Cinema, café e bate papo: “O sonho não acabou”

julho 13, 2017

0

O Coletivo Anarquista Bandeira Negra, a Livraria 36 e o Espaço Cultural Casa Iririú realizam um cinema, café e bate papo para lembrar o centenário da Greve Geral de 1917. A programação conta com a exibição do documentário “O sonho não acabou” (duração de 20 minutos). O filme aborda o teatro social realizado pelo movimento […]

Florianópolis | Pela liberdade de viver e lutar em 1964, 2017 e sempre

julho 7, 2017

0

Texto publicado originalmente aqui, no site Subversivxs. No dia 31 de março de 2017, Florianópolis não se calou: denunciou as atrocidades da ditadura instalada com o golpe civil-militar de 1964 e também as atrocidades do período dito democrático, onde a violência de Estado e a criminalização das lutas continuam vigentes. Em plena Avenida das Revoltas, em frente ao TICEN, […]